quarta-feira, 23 de junho de 2010

O bico

Cresci acreditando que o motivo de o meu dente da frente ser "saltado" era o bico. Chupei bico até os 6 anos e não escondo isso de ninguém. Ah mas era bom...Quando fiz a mala para ir para o hospital ganhar meu bebês, nem cogitei levar o bico para a dupla. Imagina, recém nascido de bico??? Nem pensar. Chegamos em casa e nada até a primeira crise de choro em função das cólicas! Tasquei o bico nos dois e pronto! Adeus chororô! No outro dia levei ao pediatra para uma consulta de rotina e disse do bico. Ele imediatamente me mandou guardar e disse que o bico causava cólicas porque eles engoliam muito ar. Me senti horrível...Escondi os bicos numa gaveta. Outro dia, em meio a outra crise e a dupla berrando junta, resgatei os bicos e troquei de pediatra (certamente ele não teve filhos). Hoje a Isabela não dorme sem o "bibito", mas o Antônio nunca foi chegado. Só quando era bem pequenininho, depois não quis mais. Ah, não, minto, quando ele quer fazer manha ele inventa de pegar o bico da mana, aí anda pra cima e pra baixo com um bico rosa...BICO NÃO DÁ CÓLICAS E NÃO FAZ MAL!

2 comentários:

Carol Passuello disse...

Eu também pensava que dar o bico erra um horror... até os dois começarem a gritar ao mesmo tempo! Acho que o bico acalma e que ajuda eles a dormirem sozinhos. Ponho eles na cama, dou o bico e eles adormecem sozinhos - sem o bico isso não funciona.

Carol Passuello disse...

Oi Camila, tem um selinho para você no meu blog!
Bjs