quarta-feira, 28 de abril de 2010

Meu marido é um paizão!


Meu marido, antes de engravidar, era meu namorado. Quando soubemos da dupla, juntamos as escovas de dentes. Larguei tudo, emprego, faculdade, mãe, pai, para voltar para a cidade onde ele morava. Cheguei sem lenço e sem documento, mas com as razões das nossas vidas na barriga. A gravidez não foi fácil. Sempre tive muitos ombros para me apoiar nas horas difíceis, mas o que sempre me confortava era o dele. De um dia para o outro ele tinha virado meu melhor amigo, melhor companheiro, confidente, ouvinte, saco de pancadas e marido. A mulher grávida é um poço de emoções. Eu mesma, parecia estar numa constante TPM. Chorava, brigava, gritava, xingava, comia chocolate. E ele lá, com a sua calma e paciência sem dizer um ai e fazendo todas as minhas vontades. Quando as crianças nasceram ele não estava presente. Não deu tempo de chegar para vê-los nascer. Mas foi atraso de meia hora. Acho que ele nunca fez o trajeto Torres-Porto Alegre tão rápido na vida! Quando fui pro quarto lá estava ele, sorrindo e chorando de felicidade. Nos primeiros dias, meses e ano ele se mostrou um paizão. Acho que nem ele mesmo pensava que fosse tão dedicado. Naquela fase de adaptação ele acordava de noite comigo e levantava de manhã com eles pra eu poder dormir um pouco. Até hoje é assim. Sempre que possível ele me poupa. As tarefas lá em casa são divididas, nós dois cedemos para não sobrecarregar ninguém.
O Robson não é só o Robson, é o pai dos meus filhos, meu marido, meu sócio, meu amigo e meu amor. Esta é uma breve homenagem a um dos homens da minha vida (tem o Antônio e o meu pai) e uma comemoraçãozinha pelos 5 anos juntos. Te amo!

Um comentário:

carlat disse...

Também posso dizer que o meu é assim, fez e faz tudo isso até hoje. Levanta cedo pra me deixar dormir, quando um perde o sono de noite fica acordado com ele. Dá banho neles todo dia e eu vou trocando.... me ajuda em tudo. Acho que é isso que nos dá força para sermos super mães....